“Pessoas grossas são mais interessantes do que pessoas simpáticas ou amigáveis. Geralmente tem uma ferida muito funda por baixo da grosseria. Ninguém é como é por quê quer; sempre tem um por quê e eu gosto de conhecer isso nas pessoas, os pontos baixos delas, mais do que os altos. Fora que, quando você conquista uma pessoa assim, ela te faz sentir especial. Ela trata todo mundo mal, mas contigo é diferente.”
Vinícius Kretek        (via o-teimoso)

“E com uma letra bem pequena, lá estava escrito no seu epitáfio: Tentou ser, não consegui; tentou ter, não possuiu; tentou continuar, não prosseguiu; e nessa vida de expectativas frustradas tentou até amar… Pois bem, não conseguiu, e aqui está.”
Dom Casmurro (via palavrisses)

“Falando sério, tenho andado bastante sozinho, sobretudo ultimamente. É um tempo de agitações, de ímpetos de impaciência, ansiedade e mau humor. Contando com a resolução das coisas, que chegue logo um futuro que sei que virá, sabendo que nada mais depende de alguma ação minha. Só da minha habilidade em esperar. E isso me lembra que não há mais com quem contar, além do tempo. Que ando meio sozinho e assim eu quis, de certa forma.”
Gabito Nunes. (via palavrisses)



“Tentei te ligar, te escrever mensagem e comecei até a escrever uma carta, mas não consegui compor todos meus sentimentos em meras palavras que não significavam nem um terço do que sinto por você e como sua falta estava me maltratando e que meu coração estava se alto-destruindo a milésimo, segundos e que se passasse mais algumas horas sem você, ele parava de bater. Eu não sei realmente de onde veio tanto sentimento por você, tanta dependência, como conseguiu me prender e me fez amar tanto esses teus defeitos, suas manias ridiculas, suas piadas fora de hora, suas brincadeiras sem nenhum sentindo e que as vezes me faziam mal, seus ciúmes doentios. Não sei como me fez pra me prender, pra amar esse seu perfume forte, esse seu abraço esmagador. Eu realmente nunca entendi, mas algo que entendo é que estou com saudades, precisando sentir o cheiro do seu perfume forte, preciso daquele seu abraço esmagador que me sinto totalmente protegida, preciso das suas piadinhas que segurava o riso quando estava brava ou de me sentir amada com seus ciúmes. Eu sei que não fui perfeita, que não fui o suficiente e nem tive paciência, mas eu te amo, talvez isso basta pra te pedir desculpas e te pedir que volte pra mim. Não aguento mas a sua ausência, eu quero você ao meu lado, só isso.”
— Ana Moraes  (via carentedesorrisos)

“Nunca me senti só. Durante um tempo fiquei numa casa, deprimido, com vontade de me suicidar, mas nunca pensei que uma pessoa podia entrar na casa e curar-me. Nem várias pessoas. A solidão não é coisa que me incomoda porque sempre tive esse terrível desejo de estar só. Sinto solidão quando estou numa festa ou num estádio cheio de gente. Cito uma frase de Ibsen: ‘Os homens mais fortes são os mais solitários’. Viu como pensa a maioria: ‘Pessoal, é noite de sexta, o que vamos fazer? Ficar aqui sentados?’. Eu respondo sim porque não tem nada lá fora. É estupidez. Gente estúpida misturada com gente estúpida. Que se estupidifiquem eles, entre eles. Nunca tive a ansiedade de cair na noite. Me escondia nos bares porque não queria me ocultar em fábricas. Nunca me senti só. Gosto de estar comigo mesmo. Sou a melhor forma de entretenimento que posso encontrar.”
Charles Bukowski  (via carentedesorrisos)

“Se não fossem as minhas malas cheias de memórias ou aquela história que faz mais de um ano, não fossem os danos não seria eu. Se não fossem as minhas tias com todos os mimos ou se eu menino fosse mais amado, se não desse errado não seria eu. Se o fato é que eu sou muito do seu desagrado não quero ser chato mas vou ser honesto: eu não sei o que você tem contra mim. Você pode tentar por horas me deixar culpado mas vai dar errado já que foi o resto da vida inteira que me fez assim. Se não fossem os ais e não fosse a dor. E essa mania de lembrar de tudo feito um gravador. Se não fosse Deus bancando o escritor… Se não fosse o mickey e as terças feiras e os ursos pandas e o andar de cima da primeira casa em que eu morei, e dava pra chegar no morro só pela varanda. Se não fosse a fome e essas crianças, e esse cachorro e o Sancho Pança, se não fosse o Koni e o Capitão Gancho, não seria eu.”
— Clarice Falcão  (via lecionar)


“Ele me irrita cara, me tira do sério, fode com a minha cabeça. É a pessoa com mais defeitos que eu já conheci, mas porra cara, não consigo viver sem ele e seu conjunto de implicâncias, porque apesar de tantos defeitos ele continua sendo perfeito pra mim, eca tô sendo clichê demais, mas cara não sei não sei lidar com isso sem ser clichê, porque porra a gente não tem quase nada em comum, nossos gostos musicais são opostos, nossas cores favoritas também, ele não gosta de carne e eu odeio salada, ele é todo certinho e eu toda errada, ele tem a vida toda organizada e a minha é uma bagunça, ele guarda tudo pra ele e eu prefiro extravasar, ele me tem e me larga, e eu? Cara, eu não consigo largar ele, deve ser porque ele consegue me desarmar só sorrindo e eu fico toda boba, e com qualquer gracinha dele eu já fico rindo sozinha, e quando ele me chama de chata eu aceito, porque no fundo eu sei que sou, e também sei que o único que vai me aguentar assim é ele, porque nisso a gente combina, se tem uma coisa que temos em comum é sermos chatos, porque porra esse moleque é um saco, mas eu sei que sem ele eu fico perdida e sem mim ele não funciona direito.”
— Mas eu até gosto do estrago que você me faz, Milena Vieira. 
(via carentedesorrisos)